March 23, 2008

Os mexicanos e eu

Como prometi, venho aqui contar do filme que vi ontem. Bajo la Luna or Under the Same Moon é um daqueles filminhos muito fofos cujo personagem principal é um menino gorducho e carismático de nove anos. Isto por si só já encanta qualquer um. O filme é uma mistura de Central do Brasil com America, novela da Gloria Perez, e narra a saga de uma mãe solteira que deixa a vida e o filho numa cidade pobre no México em busca do American Dream em Los Angeles. Até aí, nada demais, até que a avó do menino morre e ele arma uma fuga para encontrar a mãe nos EUA. O resto vocês têm que ver.

Cada vez fico mais convencida que gosto muito do México. Gosto das pessoas, gosto da cultura, das cores e de muita coisa que sai dela, entre elas o Gael Garcia...hahaha Falando sério, acho os atores mexicanos muito bons e no filme de ontem não fiquei nem um pouco decepcionada -- trabalho muito bacana.

Como já previa, saí de lá ainda mais confusa sobre a questão da imigração, pois o argumento de que ninguém (ou pelo menos, ninguém normal em sã conciência) deixa as pessoas que ama e o lugar que chama de lar para se sujeitar a condições sub-humanas por um motivo banal. Difícil não se comover com o drama de tantos. Seria tão bom que as pessoas pudessem ter uma vida digna em qualquer canto do mundo. Mas não é o que acontece por aí.

Tenho que admitir que fiquei surpresa de ver um cinema em Bethesda, subúrbio chique de Washington, lotado de gringos curiosos para conhecer mais desta história que se desenrola em todo o canto por aqui -- aposto que a maioria deles tem imigrantes ilegais limpando suas casas.

Mais surpreendente foi ver, bem na fileira da minha frente, vários mexicanos sentadinhos ali, naquele cinema independente, reduto dos pseudo-intelectuais americanos. Estavam eles ali ansiosos, curiosos e prontos para ver a sua história na telona. À primeira vista podiam parecer peixes fora d'água não fossem eles os verdadeiros protagonistas do filme.

2 comments:

Carol said...

Dani "Durona"!!
Estou ansiosa para ver este filme, também faz um tempão que ando carente de bons filmes, ontem assisti com a primaiada do noivo Rambo, afee, terrível!!
Aliás ele te mandou um beijo e disse que tb ficou encantado por "te conhecer"!
Estou rezando por você amanhã e feliz aniversário de casamento!!
Carol

Mi said...

Tbem estou com vontade de ver esse filme, tenho mais ou menos a mesma opiniao sua sobre imigracao, etc. Ah, muito bom gosto o layout do blog (mesmo do meu) hehehehe