October 13, 2008

Breathless ou sem fôlego mesmo!

Hoje acordei com uma tremenda taquicardia, sem fôlego mesmo. Nas últimas semanas parece que tenho corrido uma maratona interminável, então agora o corpo começa a dar sinais de exaustão.

Estou implorando para ele aumentar um pouquinho prazo, pois ninguém merece ter um piripaque às vésperas da mudança! O Blake tem feito a maior parte do trabalho pesado, pois já havíamos combinado que a bonequinha aqui não iria levantar peso. (De carga pesada já basta a minha vida, na atual conjuntura.) Mas sempre tem coisa pra fazer: empacota daqui, embrulha de lá, corre no supermercado, fora o ritmo do trabalho no escritório, sempre frenético.

As notícias sobre a minha avozinha são melhores a cada dia. Ao que parece hoje, pela primeira vez, depois de quase um mês de CTI, ela levantou-se do leito e sentou numa cadeira! Estamos todos exultantes...mas só vou respirar aliviada quando ela deixar aquela unidade intensiva de vez. Se Deus quiser, falta pouco!

E enquanto isto, a vida segue a passos largos e frenéticos. Mas como diz Lobão, "é melhor viver dez anos a mil do que mil anos a dez."

Será?

1 comment:

Dani Cerdeira said...

Dani! Que ótima notícia da vovó!!! Deus é mais! Adorei a finalização com a frase do Lobão!!! BJOKAS EM TODOS! Dani e Marcos