September 22, 2008

Mais um dia em Hopkins

Hoje foi dia de Hopkins e foi tudo bem. Fiz todos os exames e fui atendida pelo médico em duas horas. Impressionante. Inacreditável. Laudo final: “ausência de malignidade e de metástese.” Isto é tudo que eu queria ouvir. Mas hoje não vou gritar nem chorar de alegria. Estou muito feliz, mas a felicidade não pode ser completa.

Entendo perfeitamente o que isto significa para mim: estou saudável, mas o que doeu mais hoje foi um telefonema que não pude dar. Não pude ligar para minha avozinha no Rio que sempre aguarda ansiosa por notícias minhas. Dói demais saber que ela não pode falar comigo, que não pode ficar feliz por mim hoje, como ela sempre fica. Só me resta rezar para poder dividir esta notícia com ela em breve, mas este breve às vezes me parece tão distante...

E aquele buraco no meu coração não quer fechar... Dói demais.

5 comments:

Anonymous said...

quem já passou por situações e dramas semelhantes sabe o que vc sente hoje...maspense o quanto sua Avó vibraria, e peça para alguém falar bem junto a ela assuas boas novas, pois há a possibilidade dela ouvir, e se isto acontecer, com certeza será um motivo a mais para ela "voltar".
Um grande beijo e parabéns pelas ótimas noticias!
E Fé, sempre!!

Luciana Misura said...

Maravilha Dani, que noticia boa! E triste nao poder compartilhar com quem a gente ama, a felicidade nao e completa, mas vou torcer pra voce poder em breve fazer esse telefonema. Beijos,

Rossana Soletti said...

Dani, que notica boa! Estava aqui torcendo por voce!
Sei que voce nao consegue comemorar muito agora, mas daqui um tempinho tudo vai ficar legal...

Beijos,
Rossana

Dri - Everywhere said...

Que noticia boa Dani!
Eu sei que eh dificil ficar longe da familia nessas horas, mas nao deixe de comemorar suas pequenas vitorias tambem...
Ela pod enao estar com voce, ou nao poder conversar no telefone, mas ficaria muito felz em saber o quao feliz voce tambem esta!
Lembre-se que acima de tudo ela eh sua avo, e oque mais quer eh sua felicidade absoluta (principalmente se for como a minha, que eh e sempre foi uma segunda mae - por ser mae duas vezes, e nao por estar em segundo plano!).
Bjs e Muitas felicidades!

Fernanda - www.fernandafranca.com said...

Que bom, Dani, torcia por você. Pense que sua avó ficaria muito feliz, e ficará, logo logo, quando souber. E a mesma fé que você sempre teve para sua saúde, tenha para ela, que há de dar certo. Beijo grande... Fê.