February 26, 2009

Álcool & Câncer


Sem querer ser alarmista, liguei para minha mãe assim que li a notícia.

"Já tomou sua taça de vinho hoje, Mãe?"

Ela suspirou e respondeu "Ainda não."

E eu emendei logo "Nem tome." Depois fui explicando a ela o que eu tinha lido em vários jornais.

Engraçado porque eu e o Blake tínhamos tido esta coversa há poucos dias. Ele dizia que não via problema nenhum em tomar uma taça de vinho toda noite. Deu como exemplo inclusive a sua mãe e depois a minha. Eu protestei dizendo que pelo menos a minha mãe não tomava o tal inofensivo copinho de vinho todo dia, mas ele manteve a posição e disse que a dele tomava e que não havia problema nenhum.

Sem o menor embasamento científico e também sem a menor vergonha de admitir a minha "ignorância médica e científica", citei o bom senso e decretei: "Se ela precisa tomar uma taça de vinho por dia, isto não está certo. Álcool não faz bem e ponto final."

Sou praticamente 100% abstêmia, muito embora os médicos sempre façam questão de dizer que meu fígado é normal. Mas então escuto aquela vozinha insistente que me fala lá dentro "Fígado normal não cria tumor gigante!" E prefiro pecar pela cautela do que pelo excesso. Confesso que tomei uma taça no dia dos namorados e outra na véspera. Mas acho que este ano foi só e se Deus quiser vou manter a contagem nos dedos de uma só mão. Com meu fígado não se brinca mesmo.

Sei que não devemos pautar nossas vidas em cima de "pesquisas", pois cada dia sai uma nova levantado uma teoria diferente. Lembra da manteigaque era um horror e tinha que ser substituída pela margarina? E agora sabemos que a margarina é o veneno, chaia de gordura trans? Até a soja entra no bolo! Tem pesquisa dizendo que a soja é uma maravilha, que protege até contra o câncer de mama! E tem pesquisa que diz que a soja contribui para o parecimento da doença! Vai saber!

Uma das coisas que aprendi depois de ouvir os maiores disparates é que ó equilíbrio é o segredo de tudo. Por isto mesmo, quando decidi abolir o leite de vaca, não substituí só por leite de soja. Na minha casa a gente oma leite de soja, de nozes, ed avelãs, de arroz, de aveia e hoje experimentamos um de hemp, que sinceramente não me agradou muito não. Mas valeu pela experiência.

De qualquer jeito, segue a matéria publicada no JB de hoje sobre a tal pesquisa. Aliás, apesar de eu ter falado do vinho, que muita gente acha sempre inofensivo, a pesquisa não discrimina o tipo de bebida alcóolica. E vocês o que acham?

Pesquisa revela que álcool aumenta risco de câncer de mama

Jornal do Brasil


LONDRES - O mito de que beber uma taça de vinho por dia faz bem à saúde pode estar indo por água abaixo. Pesquisadores britânicos descobriram que ingerir uma dose de álcool por dia é suficiente para aumentar o risco de desenvolver câncer em mulheres.

De acordo com cientistas do Cancer Research UK, o consumo de uma bebida por dia resulta em cerca de 7 mil casos de câncer extras – sendo a maioria de mama – nas mulheres do Reino Unido a cada ano.

Segundo informações obtidas com base na observação de 1 milhão de mulheres, o risco cresce conforme aumenta o consumo de bebida, seja destilados, vinhos ou mesmo cerveja.

De modo geral, o álcool é culpado por cerca de 13% dos casos de câncer de mama, fígado, intestino, boca e esôfago. Pesquisadores estimam que cerca de 5 mil casos de câncer de mama no Reino Unido – o equivalente a 11% dos 4.500 diagnosticados a cada ano – podem estar diretamente ligados ao consumo de álcool pelas mulheres.

Método

No estudo, observou-se especificamente mulheres que consomem de baixos a moderados níveis de álcool – definidos em até três doses por dia. Nos sete anos necessários para a execução da pesquisa, publicada no Journal of National Cancer Institute, um quarto das 1,3 milhão de mulheres afirmaram não consumirem bebidas alcoólicas. Daquelas que bebem, na prática, consomem menos que 21 drinques por semana, em média 10g de álcool por dia, o que equivale a uma taça de 125 ml de vinho ou uma simples dose de destilado.

Cerca de 70 mil mulheres de meia idade que participaram do estudo desenvolveram câncer. Consumir um drinque por dia aumenta o risco de todos os tipos de câncer em cerca de 6% em mulheres com idade acima dos 75, segundo o estudo.

As taxas em relação aos tipos de câncer variam: uma dose por dia eleva em 12% o risco de câncer de mama, 10% no de intestino, 22% no de esôfago, 29% no de boca e aumenta em 44% as chances de se desenvolver câncer de traquéia.

Em uma escala populacional, isto significa que 15 casos de câncer são diagnosticados para cada mil mulheres – incluindo 11 de mama, um de boca, um de intestino e 0,7 relacionados a tipos como de esôfago, traquéia e fígado.

O câncer de mama é atualmente o tipo mais comum no Reino Unido. Anualmente, quase 45 mil mulheres são diagnosticadas com a doença. O risco de desenvolver câncer de mama acomete uma em cada nove britânicas.

O governo britânico alerta que o consumo de nenhuma quantia de álcool é seguro, mas recomenda que mulheres não bebam mais que duas ou três unidades por dia. Para homens, o limite recomendado é não ingerir mais do que três.

Em entrevista à BBC, a autora do estudo, Naomi Allen, da Universidade de Oxford, avaliou que seu trabalho poderia ajudar o governo estimar se os limites aceitos por legislações deveriam ou não mudar – ainda que a pesquisa não tenha foco na população masculina.

– As descobertas deste estudo mostram que até mesmo os baixos níveis de bebidas alcoólicas que eram tidos como seguros podem, sim, aumentar os riscos de desenvolver câncer – ressaltou. – Cerca de 5% de todos os tipos de câncer no Reino Unido estão ligados ao hábito de beber nada mais que um drinque alcoólico por dia.

Um porta-voz do Departamento de Saúde britânico garantiu que autoridades ficarão atentas e colocarão a orientação que costuma ser dada por elas sob revisão.

– Recomendamos um limite e beber mais do que esse nível pode ser prejudicial. Iremos examinar esta pesquisa com mais atenção – garantiu o porta-voz à BBC.

7 comments:

Silvia said...

Oi Dani, desculpa o desaparecimento, mas com o Carnaval eu acabei ficando de preguiça...
Nossa, fiquei surpresa com o "Mito do Vinho", mas como você disse, cada hora é uma coisa nova. Já teve o ovo, o café, o vinho branco (anos atrás ele diminuía o colesterol lembra?) e agora é o vinho tinto e o chá verde. É incrível como essas coisas acabam atrapalhando as nossas vidas, porque deixamos nos guiarmos pelo alimento da vez. Aqui agora estamos na fase da quinoa, é quinoa com isso, quinoa com aquilo. Como já tivemos, e ainda temos a soja.
Concordo plenamente que com fígado não se brinca. Não sou 100% abstêmia, mas não acho que bebida alcoólica seja remédio.
Eu acredito no bom senso e em respeitar seu próprio organismo. Se você não quer beber, não beba, você com certeza sabe o que é melhor para você (claro que sempre ouvindo o seu médico de confiança).
Ah! Em relação a soja, o que eu ouvi e pesquisei - inclusive em comunidades vegans - é que como ela é uma espécie de estrogênio like, o consumo em excesso poderia funcionar como um anti-concepcional.
Na verdade o que importa é manter uma dieta variada e rica. Nenhum alimento sozinho faz milagres, mas bem que eu adoraria ter uma dieta só de chocolate =)
Beijocas!
PS: Eu gostaria de fazer uma doação para o Ulman, posso fazer no cartão de crédito internacional?
Mais uma coisa, posso fazer campanha por aqui também? Gostaria de ajudar mais, pedir doações para as pessoas que eu conheço, minha família, enfim... Aguardo notícias!

Dani said...

Silvia,
Concordo em gênero, número e grau. Acho que nestas horas bem senso é tudo. Em nome da diversidade até leite de hemp (um derivado da cannabis sativa para uso industrial) tomei hoje. E detestei! Nem o gosto do negócio presta! Mas por falar em chocolate, outro dia vi uma médica na TV falar que chocolate escuro e meio-amargo é tão bom para saúde que deveria formar um grupo alimentar à parte... Imagina?
Legal que você quer ajudar o Ulman Fund! As doações são muito seguras e podem ser feitas com cartão internacional sim.
Beijos e mais uma vez obrigada pelo carinho!

Ana said...

Dani, eu acho que um calice de vinho por dia ou dois ou tres calices uma vez por semana, nao faz mal a ninguém. Segundo a Cancer Help UK, essa seria a dieta ideal (obviamente que ai nao entram os fatores azar, dna, e outros):

A healthy diet

Apart from obesity and alcohol, there isn't much specific evidence at the moment that diet can reduce cancer risk. But a healthy diet may help and it will also lower your risk of other diseases, such as heart disease. To eat healthily

- Eat less meat and animal fats (butter, cream, cheese)
- Eat five portions of raw or lightly cooked fruit and vegetables every day (5 portions is about 400g or 1lb in weight)
- Eat more fibre
- Eat more oily fish (eg salmon, trout, mackerel)
- Eat less salt, salty foods, sugar and sugary foods
- Eat more cereals, bread, pasta and rice
- Don't fry foods and if you use fats in cooking, choose vegetable oils or olive oil not lard or butter
- Drink less alcohol


Beijocas e nos conte sobre as suas aulas de cozinha indiana.

Cristina said...

Dani, um amigo meu que bebe uma taça todo dia disse que ia procurar um texto que provasse o contrário. E o ovo que agora não dá mais colesterol? Por via das dúvidas, escutar seu organismo é a coisa certa, parabéns pelo equilíbrio! estou em casa de molho com faringite pela falta dele durante o carnaval :-( mas valeu :-)

Fernanda - www.fernandafranca.com said...

Dani, acho que precisamos mesmo ter equilíbrio em tudo. Eu mesma, que não bebo cerveja e afins, nem destilados, bebo uma tacinha de vinho vez ou outra. E gosto, mas para comemorar, em determinados momentos. Alimentação é a mesma coisa... dizem que ovo faz mal, depois que não faz... e aí, faz ou não faz? Como meu colesterol é alto, eu não como quase, é muito raro, mas não deixei totalmente ainda. E por aí vai com tudo na vida... e se nos pautarmos pelas pesquisas, estamos ferrados, não é? Já fizeram pesquisa que diz que acupuntura é como placebo. Ãh???? É a única coisa que me fez bem de verdade pra coluna, tendinite, tudo! É medicina alternativa, não faz mal, eu prefiro a acupuntura aos montes de remédios que muita gente toma e eu não vou deixar de acreditar nas agulhinhas orientais, rs. Um superbeijo ;o) Fê.

Fernanda - www.fernandafranca.com said...

Dani, acho que precisamos mesmo ter equilíbrio em tudo. Eu mesma, que não bebo cerveja e afins, nem destilados, bebo uma tacinha de vinho vez ou outra. E gosto, mas para comemorar, em determinados momentos. Alimentação é a mesma coisa... dizem que ovo faz mal, depois que não faz... e aí, faz ou não faz? Como meu colesterol é alto, eu não como quase, é muito raro, mas não deixei totalmente ainda. E por aí vai com tudo na vida... e se nos pautarmos pelas pesquisas, estamos ferrados, não é? Já fizeram pesquisa que diz que acupuntura é como placebo. Ãh???? É a única coisa que me fez bem de verdade pra coluna, tendinite, tudo! É medicina alternativa, não faz mal, eu prefiro a acupuntura aos montes de remédios que muita gente toma e eu não vou deixar de acreditar nas agulhinhas orientais, rs. Um superbeijo ;o) Fê.

A e W said...

Oi Dani, tudo bem?
Te vi no blog de Debora e resolvi dar uma passadinha aqui... Vou te convidar tbem para ler meu blog... Interessante a sua estoria e tudo que relata aqui... Se nao se incomodar, passarei a ser leitora do blog, pode ser? Tudo que escreve aqui (E olha que dei uma passada rapida, ainda nao li muito) me faz lembrar muita coisa que passei e acho interessante esse sharing!!!
Beijos e se nao se importar, passarei a ser leitora so seu blog... ;o)
BTW, me interessei em saber se o vinho eh prejudicial tbem ao homem... Meu marido toma uma taca de vinho tinto todos os dias... Obrigada pelo link... Ainda bem que eu nao o acompanho...
beijao, Aline