February 4, 2009

Sumida

O repentino desaparecimento do blog tem justificativa: estou enrolada, lotada, abarrotada de trabalho! Mas longe de mim reclamar. Graças a Deus, faço o que gosto e às vezes até me belisco para ver se estão mesmo me pagando para ficar sabendo da vida dos outros e contar histórias alheias. Tem coisa melhor do que isto?

Trabalho de jornalista só é ruim quando a gente é forçado a falar do que não gosta. E isto, mais uma vez graças ao Pai lá de cima, não faço mais! Detesto jornalismo marrom, pseudo-jornalismo de fofoca e, me perdoem a sinceridade, jornalismo financeiro. Acho todos estes uma chatice! Nada a ver comigo.

Mas contar histórias de gente bacana, interessante e diferente é comigo mesmo!!! E também tenho uma quedinha, ou melhor, um tombo, por noivas, pois ADORO love stories com final feliz. Então esta semana estou fechando duas matérias bacanérrimas para a Noivas Rio de Janeiro, que vai sair no final março.

As personagens que conheci durante as entrevistas são todas umas fofas. Umas eu já conhecia, pelo menos virtualmente, há algum tempo, outras foram gratas surpresas que chegaram até mim via editora. Mas todas tinham tantas histórias lindas para contar que tivemos que aumentar a matéria e ainda assim foi muito difícil fazer a edição, pois os depoimentos ficaram todos ótimos.

O trabalho de jornalista é legal por isto, porque tem sempre um elemento supresa, uma coisa que não tem como planejar. A gente pensa numa pauta e acha que pode render. Às vezes rende, às vezes quase nada. Mas o grande barato é quando a pauta toma corpo e adquire uma vida própria e a gente, como jornalista, se torna mero instrumento dela, tentando registrar tudo no papel, só observando, sem interferir em nada.

As pautas desta edição foram assim, começaram como idéias tímidas e foram "compradas" pela Lu Bittencourt, editora da revista. Já na apuração deu para ver que estávamos criando um monstro, no bom sentido. As noivinhas entrevistadas abraçaram o projeto, para nossa sorte, todas supercarismáticas e cheias de coisa para contar. Tanta coisa legal que acho que ainda tenho material para uma próxima matéria... E que venha ela!

2 comments:

Ana Paula Sampaio said...

Oi Dani! Me arrependo de não ter feito jornalismo e sim publicidade... Onde eu estava com a cabeça? rsrsrsr Adoro histórias de amor com finais felizes! Já vivi algumas! huahauahuah Não deixe de colocar o link da matéria para nós! =) beijos!

Dani said...

Ana,
E eu às vezes acho que se tivesse feito publicidade, teria gostado mais!
Pode deixar que coloco o link da matéria assim que sair na revista, mês que vem.
Bjs