August 7, 2009

Campanha para Doação de Medula

Ontem tive um dia ótimo! Almocei com a representante do Marrow.org, que é o banco de medulas aqui nos EUA, e com a Kelly, do Ulman Fund e fechamos a campanha para o cadastramento de novos doadores para o mês que vem.

O recrutamento vai acontecer durante "24 Hours of Booty", um evento de ciclismo aqui em Columbia, no dia 26 de setembro. Agora é rezar para o tempo colaborar e para a gente conseguir atrair uma multidão no dia. Claro que além dos participantes, esperamos que familiares e amigos também aparecem por lá e façam algo tão pequeno que pode salvar muitas vidas.

Para mim, vai ter um gostinho especial, pois será uma forma de honrar o meu amigo Todd, realizando um dos seus últimos desejos, que era justamente organizar uma campanha deste tipo para aumentar o número de doadores disponíveis.

É difícil pensar que o Todd não está mais aqui, mas me dá um certo alento de pensar que de alguma forma, o espírito de luta ede generosidade dele continua aqui com a gente. Por mais que ele tenha sofrido por conta do transplante, acho que os nove meses que ele viveu valeram muito a pena.

Se a Carmi autorizar, vamos colocar a foto e a história do Todd no material de divulgação para que fique bem claro que apesar de ter nos deixado tão cedo, o Todd saiu vencedor e seu exemplo de perseverança e doçura vai acompanhar cada um de nós.

Eu não posso doar por motivos óbvios mas já intimei o Blake e vou começar a minha campanha pessoal para cadastrar outros amigos. Para os medrosos, a chance de um doador ser chamado é quase uma em um milhão, então o que custa ao menos tentar? Se de fato acontencer, tenho certeza que não há medo no mundo que não possa ser vencido pela felicidade advinda da possibilidade de salvar um ser humano. Não é qualquer um que tem isto no currículo não! Para mim, isto é a ISO 1.000.0000 para seres humanos, é o selo máximo de que alguém é gente de verdade.

Apesar da minha decepção por não poder ser doadora, vou procurar compensar sendo voluntária no dia e tentando cadastrar o maior número de doadores que eu puder. Diante da minha animação, a Nadya, representante da marrow.org já disse que vai me mandar os contatos do pessoal no Brasil para que da próxima vez eu organize algo semelhante em casa. Mal sabe ela que volta e meia já encho o saco do povo aqui pedindo doação de sangue e de medula.

Quem puder doar qualquer coisa -- sangue, órgão, medula, o que for -- faça isso, por alguém que precisa, por si mesmo e por mim, que não posso. Acho que é por isto que vivo fazendo trabalho voluntário, pois na impossibilidade de doar uma parte minha, doo algo que julgo tão preciso quanto: meu tempo e, no sentido figurado, o meu coração.

3 comments:

paula said...

Dani,

Muito bem!! Como eu gostaria de estar aí para poder de alguma forma influenciar as pessoas a fazerem a doação!! Sabe que é fundamental os prssíveis doadores conhecerem quem recebeu uma medula e se salvou, acredito que isso impilsione as pessoas, não acha?

Beijos, já falei 1000 vezes e falo de novo, você é queridíssima!!

Dani said...

Paula,
Este é o maior incentivo, pois torna a doação uma coisa real! Pode deixar que quando a gente fizer no Brasil, você aparece!!!! vai ser nossa garota propaganda!
Bjs

erika said...

eba! no Brasil eu ajudo tb na campanha! Contem comigo! Parabens pela iniciativa e um beijo enorme!