August 30, 2009

Banalizando a Doença

Quando eu digo que a cada dia que passa a doença fica mais banalizada neste país, muita gente me pergunta o motivo.

O email abaixo não me deixa mentir e ilustra perfeitamente a situação. Pelo jeito a MTV deve estar desesperada para encontrar personagens para mais um reality show -- ou seria freak show? -- pois já recebi o email mais de uma vez.

Let me know if you or anyone you know would be interested in participating…

MTV Casting:

NEW MTV documentary series about young people battling life-altering illnesses
MTV is specifically looking for 18-25 year-olds living in the continental U.S. who have been diagnosed with a life-altering illness. You must be open and honest about sharing the ups and downs of living with this disease, including the effect it has on your family and friendships, any side effects from medications, any upcoming procedures (ideally around November –February), coping mechanisms, etc. You should have a willingness to share the daily battles you encounter and a desire to raise awareness and tolerance of your illness with your audience of peers.

NOTE: Please understand that this is a documentary series; therefore, MTV would merely be following the person’s story, not providing medical services or financial support.


Gostaram do final? Como se trata de documentário, a MTV vai meramente seguir os passos da tal pessoal interessada, não oferecendo nem serviços médicos nem ajuda financeira!

Ou seja, o palhaço expõe a sua vida e ainda paga pelo circo todo. A emissora vai se limitar a cobrir a desgraça alheia, ou seja, vai fazer programa sem ao menos pagar cachê.

Será o preço da fama? A que ponto nós chegamos? Vomitar, aparecer careca, aos prantos, cheio de drenos, curativos e catéteres -- tudo pelos tais 15 minutos de fama?

O que mais me incomoda porém é o fato da emissora não oferecer nenhum apoio sequer, principalmente em se tratando da faixa etária que MENOS tem acesso a planos de saúde no país. Ou seja, ou vão filmar algum filhinho de papai que tem plano de saúde ou grana pra gastar em tratamento (sem nenhuma ofença ao usar o termo 'filhinho de papai' que só retrata uma situação real de privilégio, vivida por mim, inclusive) ou vão fazer as "crônicas de uma morte anunciada," já que o paciente que não tem como custear o tratamento fatalmente irá morrer.

Acho mórbido demais!

5 comments:

Liège said...

O pior é que lamentavelmente há gente que se presta ao papel, não por tentar dar um exemplo, transmitir informações ou esperanças, mas simplesmente por seus próprios minutos de fama.

Amanda said...

Dani
MUITO mórbido!
Mas não deixe passar. Ao menos responda ao e-mail colocando seu ponto de vista.
Beijos
Amanda

paula said...

Dani,

É Bizarro!! Não tenho outra palavra para melhor expressar.
Se ainda fosse um programa que servisse de alerta para ajudar as pessoas, mudar a mentalidade que muita gente tem de pacientes com cancer, quebrar preconceitos...Mas acho que a idéia não é bem essa.

Bjs

Luciana Misura said...

O pior e que tragedia vende e vai ter gente assistindo :-( Realmente e ridiculo que eles vao assistir tudo sem dar nenhuma ajuda. Mas aposto que na cabeca de muitos jovens doentes aparecer na MTV mesmo nessas condicoes deve ser uma coisa boa...

A grande batalha! said...

Nem sei se a palavra ABSURDO define esse tipo de "coisa"!
Triste, muito triste ver que isso é real e que tem gente que aceita pactuar do feito.
Beijão,

Thais