August 25, 2009

Boas Notícias



Eu poderia começar este post contanto tintim por tintim tudo que me aconteceu ontem, afinal um dia em Hopkins é sempre inesquecível, mais pelo stress do que pela atmosfera agradável.

Cada dia eles inventam uma coisa diferente e ontem os malas levaram mais de duas horas pra fazer um ressonância magnética. Como falei pra todo mundo que a ressonância seria à 1.40 da tarde, no horário local (2.40, no Brasil) e a consulta às 4.00 aqui e cinco no Brasil, às 4.30, liga a minha mãe morta de curiosidade:

"E aí, minha filha?," ela perguntava ansiosa do outro lado da linha.
"Nada, Mãe," respondi mais ansiosa ainda. "Acabei de sair da ressonância mas ainda não vi o médico."
"Então, como foi o exame?," ela foi logo querendo saber.
"Sei lá, Mãe. Ainda não sei o resultado," respondi, explicando pra ela que aqui nos States quem faz o exame são os técnicos que não podem dar resultado nenhum na hora e só ficam te olhando com cara de paisagem.
"Mas quanta demora! Isto aí não é Primeiro Mundo, minha filha? Aqui passa até seriado de TV chamado Hopkins!," diz a minha mãe indignada.
"É nome, Mãe. O atendimento aqui está mais pra SUS do que para outra coisa," disparo eu.
"É parece SUS mesmo... que coisa!," ela me consola.
"Espera aí que eu acho que o médico está chegando," digo pra ela, logo desligando o telefone.

De repente entra uma residente ou coisa parecida e diz que nem vai falar comigo pois já sou figurinha carimbada e o médico disse que já me conhece de outros carnavais. Prefiro achar que isto é um bom sinal, mas o Blake se recusa a interpretar sinais e me acha meio doida cada hora que falo no assunto.

Mas o fato é que logo depois o médico entra, com sorriso de orelha a orelha e vai direto ao ponto. "Como você não gosta de rodeios, vamos ao que interessa. Você está ótima e seus exames estão perfeitos. Você já está vindo aqui há bastante tempo, e não temos observado nenhuma mudança, o que me deixa muito otimista," diz animado.

O bom destas consultas apesar de todo o stress e sofrimento que antecedem cada uma delas é que diante de um resultado bom, a gente se sente como se tivesse ganhado na loteria! Imaginem o que é ganhar na loto a cada quatro meses?! Muito bom.

O Blake respirou aliviado e eu idem. Quando contei ao médico que tinha a minha própria teoria para minha pseudo-recidiva ele me deu razão, dizendo que era inteiramente possível que a químio-embolização tenha "sufocado" o resto do tumor durante tantos anos e que, passado o tempo e o efeito do medicamento, o que já poderia estar ali, mostrou as caras. Não sei se foi o que de fato aconteceu, mas é uma hipótese. É uma teoria que criei para mim mesma e para justificar o inexplicável. É claro que não é uma certeza, nem nunca será, mas também já aprendi que para certas coisas nunca haverá explicações 100% concretas ou certezas absolutas.

Então é por isto que apesar das seis horas de stress total que marcaram o dia de ontem, vocês não vão ver fotos do hospital ou do avental que usei para fazer a ressonância. Também não vão ver a cara do médico ou o tamanho da agulha que ficou enfiada no meu braço durante boa parte do tempo. (A boa notícia é que desta vez só levei UMA picada e nem fiquei roxa depois! Será milagre da yoga?)

As fotos do post de hoje foram tiradas na porta da minha casa, depois de um dia mais que emocionante. Como diz a minha amiga Amber, não é que eu queira tirar o câncer da minha vida (o que certamente seria impossível), mas é que daqui pra frente, quero voltar a tomar as rédeas dela, a traçar meu próprio caminho, sem deixar que a doença faça escolhas por mim ou dê as cartas no meu próprio jogo.

Claro que de vez em quando bate um medo danado (vai que o tumor escuta isto e acha que estou zombando dele?), mas a vida só é interessante se envolver riscos e emoções, e a minha, nos últimos anos, tem sido repleta de ambos.

13 comments:

Mi said...

q ótimo, boas novas !! ps - amei tua blusinha :-)

Liège said...

Parabéns, Dani! Fico muito feliz por você e desejo, de coração, que você tenha conseguido vencer para sempre o câncer. Mas é claro que fazer sempre esse acompanhamento é importantíssimo.
Um dia de estresse e espera no hospital realmente não é nada quando as notícias são boas e você pode ter muitos dias felizes como o dessas lindas fotos.
Saúde e felicidade!
Beijos.

Thaís said...

Aêêê Parabéns !!!! Tudo caminhando, e você vencendo !!!! bjks e MUITAAAA SAÚDE !!!!

Anonymous said...

Dani,
Que BOM!!! Excelente mesmo!!
Minha mãe ficou feliz!! Ela já tem cabelos e sombrancelhas!! Estamos radiantes!!!
Mil Beijos e um Abraço BEM APERTADO!! Mari

erika said...

Queridonaaaaaaa, fico muito feliz em ler esse post! Mas uma batalha vencida de tantas q passou e tantas q a vida reserva!

Tudo de bom, conte com nossos pensamentos positivos sempre!

beijos

PS. ta uma gracinha nas fotos.

cristina said...

Dani,estou muito feliz por vc. A Yoga pode ter dado resultado, mas seu sorriso, seu astral, sua energia TAO boa cetamente foram decisivos.keep going.
bj
criscosta

Cristina said...

Dani,
graças a Deus! Desta vez não torci antes pq não pude passar aqui no blog em solo baiano.

È a segunda vez que digo graças a Deus e faço sinal da cruz em meia hora. Um amigo que te falei recente está em casa e só faltam mais 4 sessões de quimio, passa bem embora um pouco cansado.

Linda, magrinha e com saúde nas fotos!!! Maravilha!!!

bjs

Anonymous said...

Filha
Deus sempre esteve e esta conosco, nisso tudo o bom é que o exame sai na hora ( aqui demora a sair o resultado) e se for no SUS entao , eles nao tem nem a maquina.
Pobre Brasi!
Congratulations !!!
Todos estamos muuuuuuuuuuuuuito felizes. Deus nao escolhe os capacitados, capacita os escolhidos.
Te amamos,
Your family

Amanda said...

Dani
Te adoro e sabia que ia ser tudo de ótimo. Afinal, no fim tudo acaba bem não é?
beijos

Dani said...

Puxa!
Obrigada pelas mensagens deixadas aqui e pelas good vibes que me acompanharam em Hopkins na segunda.
A única coisa boa desta experiência estressante é o carinho dos amigos! Uma boa massagem no ego não faz mal a ninguém, né?
Beijos!

paulaalves00 said...

Que felicidade, Dani... Graças a Deus!! Um beijão pra vc!!

A e W said...

Deus abencoe Dani... Fiquei muito, muito feliz em ver que estah tudo bem... Eu sei o quao nos tras felicidades em ver um medico dizer que estah tudo bem... Eu bem sei... Vivo isso com minha mae que, gracas a Deus, ha 4 anos so ve carinhas de sorrisos... Eh uma felicidade sem igual... Celebre muito!!! Celebre a vida, sua familia, seu marido, a sua casa... Celebre!!! beijao

Debora Rocha Muscutt. said...

Dani, notícias excelentes, graças a Deus. Que Ele continue te abençoando ricamente, diariamente...beijos