July 17, 2009

Uma Vez Fã, Sempre Fã

As viagens ao Rio são sempre corridas, quase frenéticas. Muita coisa pra fazer, muitos amigos pra ver e pouquíssimo tempo pra tudo. Me sinto meio que político em meio de campanha, emendando uma ligação na outra, marcando mil encontros ao mesmo tempo, correndo sempre contra o relógio, mas no final tudo dá certo. Vou tentando planejar o meu dia e vou encontrando os amigos espalhados pelo caminho. No final das contas, um amigo conhece o outro e o outro conhece mais um e assim vai.

Hoje fui visitar o Horácio, meu amigo de infância e responsável por muitas aventuras na minha vida meio louca. Passei a tarde no escritório dele com o pessoal da MediaMania. Batemos altos papos e lá pelas tantas ele me disse que estava fazendo um projeto com o Roy, do Menudo. Comecei a rir! Eu era MUITO FÃ do Menudo, louca, desvairada mesmo. Destas que foram a todos os shows deles no Brasil e assitiram tudo na primeira fila. Minha memorabilia deles era enorme, mas no meio de tantas mudanças nem sei que fim levou. Tudo bem que meu favorito sempre foi o Ricky Martin -- pois é, bom gosto sempre! Mas um Menudo das áureas épocas no telefone é sempre um Menudo.

O maluco me coloca o Roy no telefone e diz "Fala com a minha amiga Danielle Duran que era louca pelo Menudo!" Dá pra acreditar que depois disto tive um acesso de riso seguido por um ataque de inércia, nem abrir a boca eu conseguia. E o cara do outro lado da linha com aquele sotaque ainda bem carregado.. "Oi Daniela, por que no falas comigo? Como vá?"

Gente, eu ria muito, mas não conseguia pronunciar uma palavrinha sequer. Até que finalmente soltei um ridículo "Oi, tudo bem!" Que vergonha, eu, uma mulher casada, extrovertida, que na véspera tinha conhecido Deus e o mundo e falado muito da minha cara de pau, de repente tinha virado uma pirralha de onze anos fãzoca do Menudo? Fala sério... Fora o Ricky Martin, o resto todo está no mais absoluto anonimato, fazendo sei lá o que da vida.

Inexplicável, mas inexplicável ainda foi achar este vídeo no You Tube e perceber que eu tinha ido a este show no Estádio de São Januário. E morredo de vergonha admito ter entrado em êxtase.

Trash. Muito trash.

6 comments:

paula said...

Nossa Dani, esta você se superou!!!!! Muito trash mesmo!!
Livin La Vida Loca!!
Até hoje eu alugo meu irmão, ele gostava de Menudo e foi no show do A-HA no estádio do Palmeiras, para quem ama hardcore ir neste show foi muito trash!!

Bjs

paulaalves00 said...

Eu também fui a esse show!!! kkkkk

erika said...

amei! hahaha so vc mesmo. eu ja sabia q ele (esse Roy) tava morando aqui no Brasil, so tinha esquecido se era Rio ou SP... mas ele ja ta aqui faz tempo, tem ate filho ou filha aqui. rs

mas essa foi boa! Um beijo.

btw, estou me recuperando muito bem! as casquinhas da cicatriz estao saindo e se vc tiver alguma dica de pomada ou qq coisa pra cuidar da cicatriz, me avisa. sempre eh bom! ;)

Andréa N. said...

Dani, eu nao lembro se ja tinha te mandado isso, mas por via das duvidas, aih vai:
http://www.vegnews.com/web/articles/page.do;jsessionid=F042E0C7E1A254CF4B5B510DA6F5A26E?pageId=527&catId=7

BTW, ao contrario de TODAS as minhas amigas, eu nao curtia Menudo. Era heavy metal na epoca e soh queria saber de ACDC, Iron Maiden e afins. :)

Cristina said...

Dani, só uma coisa a declarar:
NÃO SE REPRIMA, NÃO SE REPRIMA! rsrs
Bjs da sua amiga que faz piada sem graça ha ha,
Cris

Debora Rocha Muscutt. said...

Dani, ri muito da sua reação ao telefone com o Roy...acho que eu teria agido da mesma maneira, há coisas que a gente nem consegue explicar. Tb fui super fã dos Menudos e tb fui ao show do Estádio do Vasco. Nossa, eu lembro que tive que sair antes por medo da multidão no final do show. Bons tempos! Ah,até hoje guardo algumas lembrancinhas deles no apt da minha mãe no Rio...hehehe