August 29, 2008

Krazy Sexy Kris


Entrevista com Kris Carr


O legal de ser jornalista é que mesmo afastada da redação você pode continuar a exercer a profissão. A gente pode não “estar” jornalista, mas nunca vai deixar de ser repórter. E isto é um grande trunfo na mão de gente curiosa como eu.

Desde que vi a Kris Carr no Today Show há mais de um ano, queria saber mais dela, queria mesmo era falar com ela, pois não é todo dia que a gente encontra outra paciente de câncer na mesma faixa etária e com interesses semelhantes.

Se eu não fosse jornalista a minha vontade teria parado ali, afinal tenho outras coisas para fazer...ou não. A vontade ficou ali latente, mas não desapareceu. Meses se passaram e eu pensando se virava a página do câncer ou se insitiria em colocar o dedo na ferida. A resposta não veio de uma forma racional, na verdade não tive muita escolha, pois se eu decidi ignorar o câncer, ele ainda achou de querer assunto comigo. A minha tática de ignorar o inimigo até que ele desapareça não funcionou e muito antes do que eu imaginava estávamos eu e o câncer cara a cara mais uma vez.

Eu já tinha saído vitoriosa antes, mas confesso que quando senti que o combate seria inexorável, tremi na base. Eu tinha vencido por nocaute e agora teria que entrar no ringue de novo?! Tinha dado tudo de mim havia cinco anos, será que ainda me restavam forças? Mas o adversário estava lá, mais ameaçador do que nunca, então resolvi colocar as luvas e partir para o ataque.

Ataquei não só o tumor de 6 cm, mas dei um golpe certeiro nos meus medos -- o medo da morte, o medo da doença, o medo da rejeição, o medo do preconceito e tantos outros que me passaram pela cabeça.

Saí da sala de cirurgia ótima e logo depois fui me recuperar em casa. Se aquela foi a minha vitória final não sei, mas prefiro acreditar que sim, mas depois daquela experiência surreal e da segunda viagem ao mundo dos doentes, percebi não poderia mais ignorar o inimigo. Já tinha olhado o câncer de frente duas vezes, não havia mais motivos para tentar me esconder dele.

Então a vontade de falar com a Kris voltou ainda mais forte. Li o livro dela mais uma vez, peguei umas dicas, mas queria dividir aquilo com mais gente. Foi então que mandei um email cara-de-pau para a Criativa e o resultado quem comprar a revista de setembro vai ver. Uma conversa franca e descontraída entre duas mulheres jovens que têm muitas coisas em comum: um marido maravilhoso, uma família fenomenal, amigos interessantíssimos, muitos sonhos e uma disposição enorme para viver a vida da melhor forma possível, sugando dela até a última gota. Como diz a Kris, "viver é uma condição terminal."

Estas semanas têm sido um pouco confusas para mim, com o emprego novo, a venda da casa e a busca do novo lar, mas até o fim do ano quero encontrar meu eixo, preciso de equilíbrio. Quero retomar o foco e colocar a minha saúde em primeiro lugar – de verdade.

O bom de conversar com a Kris foi saber que não estou sozinha nesta luta.
Todos temos obstáculos, dificuldades, mas a vida é feita deles...O grande segredo é a persitência, é continuar tentando sempre e aceitar que a perfeição é inatingível.

5 comments:

Anonymous said...

como sempre, maravilhoso o seu post, a fluidez das palavras, falando de um assunto tão triste sem pieguice, falando de vida e não de morte!
Parabéns!
Beijos
Selma

Cristina said...

Parabéns Dani!
Adorei as semelhanças entre vcs!!!
Tô sumida mas de olho tá?
bjs,
Cris

Dani said...

Selma,
Que bom que vc apareceu por aqui!!! Tudo bem com vc?

Cris,
Ando meio em falta mas estes dias estao sendo loucos... Vendemos a casa e estamos procurando uma nova. Temos ate dia 19/10 para entregar as chaves!!!

Beijos

Dri - EveryWhere said...

Admiro muito sua forca de vontade e coragem de dismistificar o cancer entre os jovens, e mostrar o 'outro' lado, de que existe vida (com qualidade e felicidade e longa!) apos o cancer!

Porque vc nao aproveita a onda, e nao escreve um livro tambem?
Com certeza vc jah pensou nisso, mas acho que seria um sucesso no Brasil.

Beijos!
Dri

Cristina said...

Que bom Dani que vcs venderam! Boa sorte na procura!!! Vão achar o que é perfeito para vcs! bjs