September 13, 2010

Meio perdida…

Depois de tomarmos a decisão de que o Joaquim nasceria aqui em Maryland, minha outra prioridade foi identificar logo um bom obstetra por aqui. Depois de conversar com meus médicos, tive a indicação de uma médica muito bem recomendada que clinica perto da minha casa e faz parto no hospital que escolhi.

Marquei a minha primeira consulta e foi tudo ótimo, com um porém: ela está grávida de gêmeos e deve sair um mês antes do meu parto! Não me importei muito porque aqui nos EUA, com raras exceções, você é paciente da equipe e quem faz seu parto é o médico de plantão no dia, não aquele com que você fez todo seu pré-natal. Decidi então marcar as consutas em horários diferentes e com os outros médicos da equipe para conhecê-los antes do dia.

Não sei se fiz bem ou mal...pois ao contrário da primeira médica que vi, que me passou muita segurança, as outras duas me pareceram meio novatas... Além das duas médicas vi também a nurse practitioner, pouco antes da minha viagem para Honduras, e quando perguntei se o uso de repelente a base de DEET era seguro, ela foi fazer uma consulta e logo depois me disse que “de acordo com o Google...” Fala sério, contato direto com a Dra. Internet eu também tenho! Fiquei com pé atrás mas tudo bem...

As consultas em geral são sempre rápidas e elas só sabem me dizer que estou ótima. Nada de conversas sobre sintomas de trabalho de parto prematuro, opções de gaurdar o sangue do cordão umbilical, recomendações de pediatras ou até mesmo os próximos passos.

Semana passada, senti umas dores estranhas na barriga e liguei para o consultório pela manhã. Ningué me retornou. Como as dores passaram, fiquei mais aliviada. Liguei no dia seguinte só para ter certeza, então quando falei a palavra “contração”, a telefonista logo me passou para uma enfermeira que se desculpou por não ter me retornado o telefonema – por algum motivo mágico o meu recado ficou embaixo da pilha dela! – mas disse que se a dor tinha passado não deveria ser nada demais. Mas que eu ligasse sempre que tivesse qualquer sintoma. “Ligar eu ligo”, respondi, “o negócio é alguém me atender.” Ainda me disse que eu sempre deveria trazer minhas dúvidas anotadas para que o médico pudesse me orientar...mas peraí, por que cabe a mim o papel ativo? Este é meu primeiro filho, por que não partimos do princípio que eu não sei nada!

Lendo os trocentos livros que peguei na biblioteca e pesquisando na internet, vi que o tal exame da glicose tem que ser feito até as 28 semanas! Pois é, completo 28 semanas hoje e ninguém me avisou nada! Liguei para lá, lembrei às figuras e as recepcionistas disseram que devo fazer o tal exame na minha próxima consulta. Me pediram para lembrar assim que chegar à recepção. De novo me pergunto, este povo não tem meu prontuário? Por que eu é que preciso lembrar de quando e quais exames têm que ser feitos...

Sei lá, sou marinheira de primeira viagem então não tenho muita base para comparação, mas a verdade é que tenho muitas dúvidas na minha cabeça e a tal equipe não me deixa 100% segura. Será que arrisco e mudo agora, a esta altura do campeonato? E parto para nova busca sem muitas referências, meio que às cegas?

Alguém teve experiência parecida? O que vocês fariam?

4 comments:

Anonymous said...

Dani,
eu passei por uma situacao bem parecida aqui no Canada.. Estava sendo acompanhada por uma equipe de Midwifes que nao me passava nenhuma seguranca e cabia sempre a mim o papel ativo de lembrar de alguns exames e de ir com um caderninho de perguntas em todas as consultas.. Quando fiz 30 semanas me aborreci profundamente com elas eaxatamente porque nao revisavam meu prontuario e fiquei anemica pq elas esqueeram de pedir exames de sangue para acompanhar minha anemia cronica( sendo que sempre Esteve em minha ficha) e se nao fosse eu pedir para fazer o exame elas nao estariam nem ai.. Mas enfim.. Eu mudei de medica com 30 semanas e foi a melhor decisao que tomei..
Encontrei milagrosamente uma medica que respondia a todas peguntas e era super atenciosa e preocupada.. Oq acabou sendo essencial ja que tive um final de gravidez cheio de "aventuras"

Meu conselho seria procurar outro medico pq sentir confiante neste momento eh essencial e vc nao precisa de medicos que ao inves de te confortar te enchem de incertezas..

Bjos
e boa sorte

Barbara

Luciana Misura said...

Dani, a minha experiência não foi assim não. Eles partem do princípio que você lê sim, mas na gravidez da Julia a médica sempre avisava dos procedimentos opcionais (nuchal, quad screen, etc), do teste de glicose, etc. Aliás na consulta antes do teste eles já me deram o negócio pra beber pra eu levar pra casa e guardar na geladeira porque fica menos enjoado gelado. O meu médico daqui de Austin me deu na primeira consulta um folheto com o que seria feito em cada uma das consultas do início até o final da gravidez, quando eram os exames, as ultras, e um livro sobre gravidez que ele acha o melhor de todos pra ler. Enfim, acho que essa sua clínica está comendo mosca. Eu tenho uma amiga (a Lu Svilpa, você sabe quem é?) que mudou de médico com umas 29, 30 semanas também, e ficou aliviada. Enfim, você não conhece nenhuma brasileira por aí que teve filhos na região e possa te recomendar um obstetra legal? As americanas normalmente não sabem a diferença porque não conhecem o tratamento no Brasil...

camila said...

Ai Dani... Se voce nao esta se sentindo 100% confortavel, procura outro medico... A sua medica de agora nao precisa saber que voce esta procurando outro medico. Eu so contaria pra ela quando voce encontrar um novo. Pra mim seria muito dificil ficar com o pe atras, porque o medico tem que te passar seguranca ne?

Eu tenho duas amigas que no ultimo mes de gravidez mudaram de medico. Deu trabalho, nao foi facil, mas as duas ficaram muito mais tranquilas.

Liège said...

Dani, que situação desagradável!
Tudo bem, é importante nos informarmos em livros e outros meios, mas nada substitui um bom acompanhamento médico.
Se você não estiver se sentindo segura, talvez seja melhor conversar seriamente com a equipe ou procurar outra.
Ainda não tive filhos, então não posso dar opiniões além desta.
Beijos e boa sorte!