June 18, 2008

A Boa nova



Uma coisa inacreditável aconteceu: recebi outra oferta de emprego da Universidade de Maryland. Desta vez no campus de Baltimore, bem mais perto daqui, mais precisamente na Escola de Medicina, e o melhor de tudo: para fazer parte da equipe dos programas de educação e prevenção ao...CÂNCER!

Pois como diz a minha amiga Dani Espejo, agora vou receber salário para fazer o que tenho feito de graça. Estou superfeliz! A gente vai amadurecendo e percebe que as pessoas verdadeiramente felizes são aquelas que fazem o que amam, que usam seu talento em prol de uma causa nobre e justa, o que convenhamos não é nada fácil nos dias de hoje. Então estou me sentindo a mais sortuda dos mortais! E quem diria que todo o meu sofrimento iria se transformar numa coisa boa? Que a minha saúde complicada ia me ajudar a chegar mais perto de um emprego fascinante.

Sou meio cética quanto a tudo, então não quero me encher de muito entusiasmo para não me decepcionar depois, mas estou me sentindo privilegiada de trabalhar com uma das maiores médicas americanas no combate ao câncer. A minha nova chefe tem nada menos do que US$8 milhões em verbas para programas de pesquisa e prevenção ao câncer e é obviamente superengajada na causa. Dra Baquet virou oncologista depois de ter visto a mãe lutar contra um câncer de mama, quando ainda era pequena. O sofrimento da mãe inspirou a vocação da filha.

Eu nunca tive vocação para medicina, por mais que admire os bons médicos e as maravilhosas contribuições da profissão. Durante muito tempo me senti culpada por não poder servir ao meu próximo, mas ultimamente consegui entender que meu talento pode ser usado em prol da mesma causa, mas de outra forma.

Sou comunicativa por natureza, sempre gostei de ler e de escrever. Também gosto muito de falar, de dividir minhas experiências e de aprender com os outros, então acho que este trabalho vai ser ótimo para mim, pois vou atravessar o estado de Maryland justamente divulgando as campanhas educacionais e os recursos acessíveis aos pacientes de câncer. Vou poder ajudar muita gente. Vou acompanhar de perto a mudança das leis no Estado de Maryland (sim, Dra. Baquet é muito atuante em Annapolis e Washington). De certa forma, a minha vida vai ser um eterno Relay for Life, então haja coração.

Confesso que hoje me lembrei das palavras que minha avó Ruth me disse quando me viu desesperada ao saber da segunda cirurgia de fígado, menos de seis meses atrás. "Minha filha, lembre-se de Jó, o homem bom e fiel de quem tudo foi tirado. Ele não se revoltou, mas teve fé e perseverou e Deus lhe deu tudo de volta."

Amém.

4 comments:

Ana Claudia Lintner said...

Parabens Dani!!!

Ana Claudia Lintner said...

Parabens Dani!!!

Andréa N. said...

Parabéns, Dani!! Agora tudo faz sentido, não faz? Percebeu como tudo acontece nessa vida do jeitinho como tem que ser? Tô super feliz por vc e por saber que vc está no lugar certo, na hora certa, não só pra fazer algo que te deixa feliz, mas também pra ajudar MUITA gente que precisa. Gente que precisa de informação e de carinho, de sorrisos. Seja muito feliz nessa nova carreira! Beijão.

Fernanda - www.fernandafranca.com said...

Parabéns, Dani!!!!!! Vc merece!!!!! Estou feliz por vc, porque vai trabalhar, fazer o que gosta e ajudar as pessoas. Fiquei comovida com as palavras da sua vó. Beijo enorme. Abraço apertado.