June 11, 2008

Mais Fotos do Relay

As fotos abaixo foram tiradas neste sábado durante o Relay For Life, aqui de Freedom, MD.

Foram momentos muito tocantes para mim e para a minha família. Por coincidência, meu irmão Rodrigo e a namorada dele e minha amiga, Renata, estão aqui me visitando, então foram comigo em com o Blake ao evento.

O Relay For Life, ou revezamento pela vida, dura em média doze horas e lembra um dia na jornada de um paciente de câncer. A idéia é que evento comece à tarde e termine na manhã do dia seguinte, pois o câncer não tem hora certa para atacar.

A cerimônia de abertura é linda. Como vocês podem ver um uma das fotos, uma pista inteira é tomada por tochas e velas embaladas em sacos de papel que representam pacientes que lutam ou lutaram contra a doença. Algumas tochas/velas dizem "em honra" dos sobreviventes ou "em memória" daqueles que já se foram. Impossível não se emocionar ao pensar que cada uma daquelas pessoas sofreu e lutou e que algumas tiveram sorte e sucesso e outras nem tanto.

Nestas horas a gente se pergunta o porquê, mas não encontra nenhuma resposta que faça sentido. "Estava escrito" ou "Assim foi a vontade de Deus", são frases que nos são ditas por quem também busca fazer sentido do inexplicável.

Passei aquelas 12 horas com o choro engasgado na garganta. Aliás, nos últimos meses, o choro que estava guardado lá no fundo da minha alma por tanto tempo, volta e meia chega aos meus olhos, que lutam para ficar secos. Muitas vezes a batalha é inglória e inútil.

Meu pai me pergunta por que eu insisto em lembrar de tanta coisa ruim. Não sei bem qual é a reposta, mas acho que no meio de tanta coisa ruim acabei descobrindo muita coisa boa. Encontrei seres humanos maravilhosos, descobri que já conhecia outros, fiquei mais próxima de mim mesma, daqueles que me amam e de Deus. Continuo a minha jornada mas sou uma outra pessoa.

Às vezes me pergunto por que fui poupada de um câncer que na maioria dos casos pode ser letal. Deve haver algum motivo. Alguém tinha que ficar para contar a história e para encontrar outros que vão vencer a batalha.

Se no início me sentia sozinha na caminhada, aos poucos vou achando outros soldados solitários. Já recrutei a Thalita e estou em busca do resto meu exército. Sobreviventes do câncer de fígado, uni-vos!





1 comment:

ipmello said...

Dani,
Adorei as fotos do Relay!
A rua rodeada de luminarias ficou linda. Só imagino à noite como não devia estar bonito!
E, o quão emocionante não deve ser a cerimonia!!!!
Mais uma vez agradeço tua generosidade.
Beijos,
Isabel