April 29, 2008

Efeito Dominó

Às vezes a gente começa a fazer uma coisa qualquer e de repente nota que a tal idéia se espalha com alguma rapidez e certa facilidade.

Desde que "inventei" esta história de me alimentar melhor, tenho percebido isso. Semana passada fui encontrar um amigo de muitos anos num bar charmoso no Flat Iron District, em Nova York. Chegando lá o povo todo bebendo vinhos deliciosos -- ficamos no wine bar -- e beliscando uns quitutes belíssimos. Sem querer bancar a chata, pedi um suquinho de cranberry -- o legal é que de longe, o suco passa por vinho ou um drink vermelhinho qualquer -- e uns rolinhos de legumes.

Vendo minha escolha um tanto quanto sui-generis, meu amigo me perguntou sobre a saúde. Respondi que estava tudo bem e fiz meu discurso resumido de "agora decidi me alimentar melhor, não estou comendo muita besteira, bebo muito pouco e com raríssimas exceções sigo uma dieta vegana." Óbvio que vem o aviso "não sou chata, nem xiita, então pode me chamar para jantar na sua casa que eu vou sim..." Detesto gente cricri e tenho horror a ser incluída naquela lista de personas não-gratas, gente chata e complicada que estraga qualquer festa. Acho que meu discurso deve estar funcionando, pois continuo sendo chamada para diversos eventos sociais, para meu alívio.

No dia seguinte ao nosso encontro, encontro na minha caixa-postal um email supersimpático do meu amigo, dizendo que tinha adorado me ver e que eu tinha o inspirado a comer mais legumes. Fiquei tão feliz quanto surpresa. Eu inspirando alguém a comer direito? Minha mãe nem ia acreditar numa coisa destas!!!

Aliás, outra pessoa que merece um crédito indireto e mais que especial é a Déa, minha amiga blogueira, musa inspiradora e mestra na ciência e na arte do veganismo. Volta e meia vou lá no blog dela pegar uma receitinha diferente para testar em casa. O Blake agradece.

3 comments:

said...

Oi Dani! Aqui é a Cássia (de Londrina, nos falamos há algum tempo sobre o K3)! Eu sou leitora quietinha, mas assídua viu?! Eu sou leitora de blog viciada e como vc sabe, um blog leva a outro. Então pelo blog do Felippe, descobri o blog de outra Dani e descobri pelo blog dela o blog do marido dela: http://7regrasbasicas.wordpress.com
Muito bom! Escreve bem, é engraçado, já tá na minha lista de favoritos :)
Sobre o K3, foi tão difícil lidar com a burocracia no cartório aqui da minha cidade para eu me casar por procuração, que depois da minha terceira tentativa eu desisti! Agora estamos no processo K1 desde Março. O padre fez umas ligações e consegui autorização para me casar na igreja. Vai ser no dia 16 de Agosto! Estou muito feliz! Meu processo foi pra USCIS da Califórnia. Vermont está aprovando os casos em 3 meses, enquanto a Califórnia nem Deus sabe quando :( Acho q vou me casar e ter q esperar a entrevista aqui no Brasil :((((
Tomara q não demore muito...
Me add no orkut pra vc ver as engagement pics q a gente fez qndo eu fui lá em Fev: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=12310973701994533485
Bjo Dani!
Muita sorte no seu novo emprego e até mais!

Dani said...

Cassia,
Que legal ter notícias suas! O blog da Dani é muito bom; ainda não li o do marido dela. Minha vida agora ficou meio agitada -- trabalhar de casa não é fácil.
Não acredito que os cartórios aí da sua cidade não conseguiram te ajudar. Aliás, acredito sim, pois a palavra "ajudar" não faz parte vocabulário deste pessoal. Mas fico feliz de voê ter convencido o padre e a Igreja Católica a te ajudarem. Gosto de ver padres bacanas assim. Então o casamento já está chegando... Que bom! Quanto à imigração, não sofra por antecedência. Não sei o motivo, mas meu green card ficou em Vermont e meu work permit foi pra california...acabei recebendo os dois quase ao mesmo tempo. Não adianta se estressar. Daqui a pouco vc vai estar aqui.
Beijos

Andréa N. said...

Aww, obrigada, querida!! E eu tambem morro de medo de ser considerada a chatona vegana. Quando era soh vegetariana ja tinha gente que falava, "e agora, o que eh que eu vou cozinhar pra voce?" e eu falava, "um ovo frito com arroz e feijao ta otimo!". Agora, digo: "uma saladinha me deixa muito feliz!!". Mas as pessoas acham que isso nao faz snetido, hehe. :)

Voce me inspira muito tambem, viu? Mais ainda depois que te conheci e pude ver mais forte ainda a verdade e a alegria genuinas nos seus olhos. Beijocas daqui.