August 31, 2010

O Dilema da Cozinha

Pois é, mais uma tarefa que agora vou ter que levar mais a sério...fazer jantar! Vou poupá-los da ladainha, mas digamos que eu não tenho duas coisas que são praticamente essenciais para qualquer chef de cozinha: interesse e paciência! Ao contrário do que acontece com a maioria da população humana -- a julgar pela popularidade das centenas de programas de culinária na TV -- o assunto me dá tédio! Claro que gosto de uma comida gostosa, um sabor diferente, mas posso pensar em muitas outras coisas que me dão mais prazer do que isso... Até restaurante mesmo...prezo mais a atmosfera, a apresentação (esta sim, me enche os olhos!) e o serviço (superimportante para mim!) do que a comida em si.

Morei sozinha em NY durante cinco anos e sinceramente não me lembro uma só vez de ter pilotado o fogão sozinha. Morei no Rio outros tantos anos (com a minha irmã e sozinha) e o fogão do nosso apê jamais foi usado. Pelo menos por nós duas! Então quando casei a coisa mudou de figura. Comecei meu curso intensivo de pilotar fogão. Aprendi umas receitas coringas, mas confesso que não me tornei nenhuma Martha Stewart. Sendo assim, a tarefa árdua e ingrata de preparar o menu semanal para nossa casa ainda não é algo natural para mim, principalmente depois de um longo dia na labuta. Mas acho que não tenho mesmo para onde correr e vou ter que dar um jeito qualquer, principalmente agora que vamos ter mais um membro na família...mais uma boca para alimentar!

Cheguei ao trabalho hoje me queixando e foi quando uma colega me sugeriu o seguinte website http://www.whatthefuckshouldimakefordinner.com Achei a ideia o máximo, pois reflete exatamente meu estado espírito. De qualquer jeito além deste site, já me inscrevi em outros mais tradicionais:
www.epicurious.com/
www.tastymenu.com

E vocês, como se viram? Têm alguma dica de receita fácil e quando digo fácil me refiro a algo que só use duas panelas e quatro etapas de preparo! Ah, e no máximo 30 minutos para ficar pronto...

Esta vida de Amélia definitivamente não combina comigo!

6 comments:

jorge henriques said...

Olá Dani
Uma coisita facil:
COZER POR OITO MINUTOS UM PUNHADO DE ESPARGUETE .
NUM RECIPIENTE JUNTAR 2 OU TRES OVOS E ADICIONAR PEDACINHOS DE BACON MISTURAR BEM E JUNTAR O ESPARGUETE DEPOIS DE ESCORRIDO +SAL+ERVA AROMATICA COLOCAR TUDO
NUMA FRIGIDEIRA LARGA.
ANTES COLOCAR UM PEDACINHO DE MANTEIGA NA FRIGIDEIRA DE PREFERENCIA ANTI-ADERENTE,COZINHAR EM LUME BRANDO E TAPADO ,PASSADOS ALGUNS MINUTOS VIRAR E MANTER LUME BRANDO E TAPADO QUANDO ESTIVER CASTANHINHO UM BOCADITO ANTES DE ESCURITO,HEHEHE ESTÁ PRONTO A COMER BON APETITE.

AGORA PARA OUTRAS EMENTAS SÓ DAQUI A UNS DIAS AMANHA O BATENTE BATA BRANCA ME ESPERA TCHAU

camila said...

Ai, tambem acho um saco cozinhar. Nao adianta, nao tenho inspiracao nem saco!! Eu tenho sorte que meu marido gosta de cozinhar e cozinha a maior parte das vezes, mas quando estou sozinha preciso cozinhar pra mim. A revista Real Simple tem umas receitas super faceis e gostosas, da pra achar no site deles.

Mairocas said...

Olá,
Faz um tempinho que eu leio o teu blog e acho bem legal.
Um bom livro que eu vi é esse: http://www.m.amazon.com/Jamies-Food-Revolution-Rediscover-Affordable/dp/1401323596
É um livro que ensina receitas bem fáceis para quem não sabe/não gosta de cozinhar fazer uma comida fácil, fresca e gostosa. Mas mesmo para quem gosta é legal.
Tem bastante receitas no site dele também, acho que vale uma olhada:
http://www.jamieoliver.com/
Espero ajudar um pouquinho.

Ana said...

Conheço pouquissimas brasileiras de classe média e média alta que gostam de cozinhar, porque a maioria (eu inclusive) fomos educadas tendo empregada em casa pra cozinhar, eu vi minha mãe cozinhar umas poucas vezes na vida qdo eu já era adolescente-adulta...E voltando do trabalho ter que cozinhar é pra matar, melhor pensar e deixar tudo meio pronto. A Deia do brazilnut tem boas receitas e a Fer do www.chucrutecomsalsicha.com também e apesar de não ser vegetariana ou vegana, ela usa pouquissimas coisas com carne. Beijos.

Dani said...

Pessoal,
Obrigadíssima pelas dicas! Vou colocá-las em prática e visitar os blogs... Quem sabe na próxima encarnação venho mais prendada?

Jorge, a receita parece uma delícia! Espero que corra tudo bem na cirurgia e que você volte logo para contar as novidades. boa sorte com os "batas-brancas!"

Beijos a todos!

Anonymous said...

Oi Dany,

Eu, ao contrário, sempre gostei de de gastronomia, culinária, receitinhas e tals. Não posso dizer que sou uma ótima cozinheira, mas acho que não faço feio.
Nos últimos anos ando mais preguiçosa, pois tenho um marido que adora cozinhar e sabe fazê-lo muito bem, então, passei a ser aquela que saboreia as receitas (em geral aprovadíssimas).
Além do gosto pessoal, penso que no Brasil só de uns poucos anos para cá gostar de cozinhar passou a ser um "crime confessável". Hoje existe até uma certa badalação com relação a ser chef de cozinha e tal. Antes nem se usava essa expressão e, na verdade, o termo cozinheira/o nunca deu muito status a ninguém.
Então entra também a questão cultural. Aqui na Itália, assim como já tinha percebido em Portugal e França, existe um conhecimento e um apreço pela comida regional, pela tradição, pelos ingredientes de época e, felizmente, isso está aumentando e se espalhando.
Claro que não temos que gostar todos das mesmas coisas, mas quando você começa a se envolver mais com gastronomia, abre-se uma porta para uma infinidade de outras informações.
Outro dia fui a um "evento" (classifico assim, porque, apesar de ser na casa de um amigo, havia umas 100 pessoas)e fiquei encantada com os "artistas" que apresentavam orgulhosamente as suas criações (presunto, mozzarella, pizza, vinho, azeite, etc..). Você podia notar o orgulho que tinham de pertencer a famílias, por exemplo, que faziam aquilo há anos ou séculos.
Enfim, numa coisa tenho que concordar: depois de um dia de trabalho, de trânsito e tudo o que aflige a maioria das pessoas que vivem nos grandes centros, não há muito saco para pensar em gastronomia. A criatura quer mais é colocar alguma coisa básica no microondas e pronto.
Vou ver se acho umas receitas bem fáceis e rápidas para te mandar.
Um beijo
Gabi (gabgaby)