December 3, 2008

Plano Anti-Stress



Acabo de voltar da médica que escolhi para ser minha clínica geral. Ela é um amor e tem experiência de sobra com pacientes que já enfrentaram câncer. Hoje fizemos juntas um plano anti-stress que vou ter que colocar em prática o quanto antes. A minha meta para 2009 sou eu mesma e ela disse que é melhor começar já.

Saí da consulta bem otimista -- milagre sair de médico mais otimista, mas aconteceu! Ela deu uma olhada rápida nos meus exames do fígado, viu o laudo da mamografia e ficou feliz com a cartinha do meu ginecologista que diz que estou ótima. Disse que ao que parece o último tumor foi residual da primeira cirurgia e a ausência de malignidade nos linfonodos indica isto. "Não há nada que não me convença de que tudo já ficou para trás e que você está perfeitamente bem, basta olhar para você," ela me disse. Saí de lá feliz.

Para que nosso plano não caia no esquecimento, resolvi registrá-lo aqui. Não prometo implementar tudo de uma vez, mas vou procurar chegar ao final da lista.

1) pedir ao médico de Hopkins que faça um plano de acompanhamento que seja implementado pelo clínico-geral (ou seja, ela!). Sendo assim, minhas traumáticas visitas a Hopkins ficariam limitadas a uma ou no máximo duas por ano!

2) escutar uns CDs de "guided imagery" -- uma meditação mais ativa

3)yoga

4) tomar 1 mg de ácido fólico por dia (acho que já tomo, mas vou chegar o rótulo!)

5) acupuntura

6) ler o livro "The Power of Now"


Agora sendo realista:

1) vou ver o que o médico de Hopkins vai fazer -- acho até que ele vai ficar feliz de se ver livre de mim mais um tempinho

2) vou comprar os tais CDs e me forçar a ficar paradinha escutando (vai ser dose!)

3) yoga -- vou visitar um studio que parece ser legal, mas só começo as aulas quando voltar, depois do Natal

4) vou checar o rótulo do complexo vitamínico para ver se preciso aumentar

5) acupuntura -- vou ver se acho algum médico que faça acupuntura, pois meu convênio só paga pelas sessões feitas por médicos. O plano B vai ser tentar um descontinho!

6) vou dar uma olhada na Internet e comprar o livro ou, melhor, ver se acho na biblioteca perto de casa.

Bom, and that's that! Agora é só tentar manter o nível de stress num patamar aceitável. Com a minha chefe isto é semi-impossível, mas há de se ser positiva!!!

2 comments:

Roy Frenkiel said...

Power to the Cindi!

bjx

RF

Cristina said...

Muito bem Dani!
Convoco sua família e seus amigos a fiscalizarem! Acabo de nomear o Blake como fiscal-mor. kkkkk
bjs
Cris