October 12, 2010

Como Assim? Pesa de novo!

Depois de várias semanas sem ter muitas novidades, a consulta de hoje me deixou de queixo caído. Ultimamente, está todo mundo comentando que a minha barriga cresceu assustadoramente e eu mesma tenho notado, mas nada poderia ter me preparado para a surpresa de hoje.

Como toda mulher que foi adolescente gordinha, tenho trauma de balança. Nunca fui neurótica a ponto de me matar de fome – anoréxica – nem a ponto de colocar o dedo na goela para vomitar – bulímica – mas digamos que de resto, já apelei apra tudo. Desde as dietas mais malucas do mundo, até as simpatias mais ridículas, passando pelas famosas bombinhas de manipulação. Mas desde da minha primeira cirurgia de fígado, tomei jeito. Aprendi a me controlar e manter meu peso num patamar mais ou menos aceitável... Um fato digno de orgulho principalmente por estar nos States, onde quase 100% da população tem algum distúrbio alimentar ou compulsão.

Mas a verdade é que o trauma fica, sempre. Uma vez gorducha, sempre gorducha, pelo menos na cabeça. Quando vejo uma balança, já quero sair correndo… Nos últimos meses porém algo inimaginável aconteceu: eu não vinha ganhando peso esperado! A médica não viu muito motivo para alarme, mas a mãe de primeira viagem quase entrou em parafuso. Já pensou se meu filho nasce esquelético? Já pensou se ele nasce fraquinho antes da hora?

Então o que fiz eu? Comecei a comer feito doida! Claro que os três dias no resort foram a ocasião perfeita para comer tudo e mais um pouco...e o resultado, que informalmente já tinha sido observado por várias pessoas, hoje tornou-se oficial.
Ao chegar ao consultório, a recepcionista, já demonstrou espanto: “Uau!!! O que aconteceu com esta barriga para ela crescer tanto?”

E cinco minutos depois, ao subir na balança, ela anunciou minha sentença: “Nove pounds!” Eu me recusei a acreditar! “Nem vem! Pode ir medindo de novo!” Subi e desci da balança e ela me disse em tom mais camarada: “Tudo bem, são só sete...” Como é que é? “Só” sete?! Como assim, cara pálida?!

A médica, mais uma vez, não me pareceu preocupada... “É isto mesmo que acontece. Umas semanas, você não ganha nada; em outras você extrapola, mas seu ganho de peso e o tamanho do bebê estão absolutamente normais. Mas se voc6e chegar aqui na próxima consulta sete pounds mais gorda, aí nós vamos conversar. Em todo caso, vamos dar um tempo no sorvete e deixar o Toddinho de lado por uns tempos...”

Como é que ela advinhou?!

Por outro lado, só agora, entrando no oitavo mês é que a barriga se tournou óbvia! Vamos ver o que as próximas oito semanas reservam para mim?

7 comments:

Luciana Misura said...

Hahahaha :-) Não esquenta Dani, é normal mesmo. Aliás, em se tratando de ganho de peso durante a gravidez, quase qualquer coisa é normal. Eu também ganhava nada ou pouco algumas semanas e depois muito em outras. Mas eu ganhei mais peso no início do que no final, estranhamente. Primeiro e segundo trimestre bem mais que o terceiro, que costuma ser o período de engorda do bebê. Vai ver foi por isso que a Julia nasceu pequena, mas eu estava comendo normalmente, vai entender.

camila said...

Em 12 semanas eu nao engordei nada, so emagreci (e olha que nem enjoo estou tendo). Mas to morrendo de medo de chegar la um dia e escutar um nove pounds desse... Eu to comendo saudavel, mas sem medo de ser feliz :) Acho melhor comecar a maneirar!

no estrangeiro said...

Seu corpo nao se lembra mais daquela adolescente gordinha. Ele tem na memoria os ano de uma juventude e idade adulta magra. Voce vai perder esses pounds rapidinho uma vez que o Joaquim chegar aqui, vc vai ver.

Beijos

Tata

Liège said...

Hehe...
O importante é ter uma alimentação saudável e equilibrada. Mas extrapolar um pouquinho de vez em quando não faz mal.
Que bom que está tudo dentro do normal!
Beijos.

Dani said...

Camila,
Comigo tem sido assim: a balança da uns saltos e eu me assusto, depois estaciona por umas semanas, e eu me assusto! Mãe de primeira viagem é mesmo paranóica! Não tem jeito!

Liège,
Estou com você. Gostei do conselho...nãi sou muito de junk food, aliás nada, mas um docinho às vezes é bom demais!

Bjs

Ana Claudia Lintner said...

Relaz, Dani. Aproveita que nao ta enjoando e come sem culpa. Voce ja ta na reta final e o molequinho precisa mesmo ganhar peso nesta epoca.
Eu nao consegui por conta dos enjoos e meu Luquinha nasceu um "tico" de gente. Mas com saude tambem :)
Quer saber, esqueca ja os numeros e coma o que te der vontade.
Beijos

Cristina said...

Dani,
passei aqui pq tem tempos que não acesso para saber de vc. Paloma é magrinha e comprida, desencana, o importante é o crescimento normal e a saúde! bjs