April 5, 2009

Hoje

Hoje me disseram que a vida é um ciclo e que a passagem de alguém é sempre uma dádiva, pois marca um novo início em um novo lugar. Me disseram também que há coisas que a gente não precisa entender, mas tem que aceitar.

Hoje me disseram que há coisas que eu não posso mudar e que não é justo que eu coloque sobre meus ombros esta responsabilidade. Existem coisas que são maiores que eu e que a minha vontade de ajudar. Tenho que entender que às vezes é necessário enxergar meus limites e escolher minhas batalhas.

Hoje me disseram que eu preciso aprender a resguardar meu coração e saber quando é hora de fechá-lo um pouco. Tenho mania de deixá-lo escancarado o tempo todo. Tenho o hábito de deixá-lo à mostra e exposto. Isto é belo, mas não é bom. Existem momentos quando devemos nos recolher e eu preciso aprender a fazer isto também.

Hoje me disseram que amar o meu semelhante é deixar que a vida dele siga seu curso, independemente da minha vontade de interceder, do meu ímpeto de ajudar e mudar as regras do jogo. Independente do meu desejo de muitas vezes enganar o destino. Há hora de chegar e há hora de partir e devo ser sábia o suficiente para aceitar.

Hoje me disseram que o que importa é o agora, é viver este momento presente que jamais se repetirá. Hoje me disseram que o amanhã pode e deve ficar para amanhã.

E hoje, só hoje, eu entendi.

5 comments:

Cristina said...

Esse texto é seu, Dani? LINDO!!!

Dani said...

É meu sim, Cris. Baseado numa consulta que tive hoje.
Beijos e, como sempre, obrigada pelo carinho.

paulaalves00 said...

Apesar da distância, vou lhe chamar de amiga. Amiga, espero mesmo que você tenha entendido... É muito peso pra uma pessoa só. Torço pela leveza em sua vida... Te gosto muito.

Anonymous said...

Dani,
Nada é impossível aos olhos de Deus. Nada passa por ele despercebido:
ORAÇÃO PROFERIDA POR JESUS NA CASA DE SIMÃO PEDRO EM FAVOR DOS DELINQÜENTES QUE ESCAPAM AOS TRIBUNAIS DA TERRA
-“ Pai, acende a Tua Divina Luz em torno de todos aqueles que Te olvidaram a bênção, nas sombras da caminhada terrestre.
Ampara os que se esqueceram de repartir o pão que lhes sobra na mesa farta.
Ajuda aos que não se envergonham de ostentar felicidade, ao lado da miséria e do infortúnio.
Socorre os que se não lembram de agradecer aos benfeitores.
Compadece-te daqueles que dormiram nos pesadelos do vício, transmitindo herança dolorosa aos que iniciam a jornada humana.
Levanta os que olvidaram a obrigação de serviço ao próximo.
Apiada-te do sábio que ocultou a inteligência entre as quatro paredes do paraíso doméstico.
Desperta os que sonham com o domínio do mundo, desconhecendo que a existência na carne é simples minuto entre o berço e o túmulo, à frente da Eternidade.
Ergue os que caíram vencidos pelo excesso de conforto material.
Corrige os que espalham a tristeza e o pessimismo entre os semelhantes.
Perdoa aos que recusaram a oportunidade de pacificação e marcham disseminando a revolta e a indisciplina.
Intervém a favor de todos os que se acreditam detentores de fantasioso poder e supõem loucamente absorver-te o juízo, condenando os próprios irmãos.
Acorda as almas distraídas que envenenam o caminho dos outros com a agressão espiritual dos gestos intempestivos.
Estende paternas mãos a todos os que olvidaram a sentença de morte renovadora da vida que a tua lei lhes gravou no corpo precário.
Esclarece os que se perderam nas trevas do ódio e da vingança, da ambição transviada e da impiedade fria, que se acreditam poderosos e livres, quando não passam de escravos, dignos de compaixão, diante de teus sublimes desígnios.
Eles todos, Pai, são delinqüentes que escapam aos tribunais da Terra, mas estão assinalados por Tua Justiça Soberana e Perfeita, por delitos de esquecimento,
perante o Infinito Bem.

Eu não sei se vc acredita, mas coloca o nome da sua amiga na corrente de orações dessa igreja aqui,na opção: "livro de orações", ou pedindo por ela na opção:"Fale com o Apóstolo". A página é:http://www.impd.com.br/

Dani, que Deus te abençoe e te proteja na tua caminhada, continue sempre assim praticando o bem não importando a quem..
A muitos anos que não vejo vc, teu pai, tua mãe, tua irmã, teu irmão. Fique com Deus. Um forte abraço. Paulo Quintanilha (Priminho/Br/RJ/Niterói). e-mail: paulo_r_a_quintanilha@yahoo.com.br

Cristina said...

Dani, daqui a pouco vai chegar por e-mail na minha caixa de entrada como autoria da Martha Medeiros, vai por mim :-) Parabéns por ter postado, pq pelo menos eu vou poder corrigir!