May 17, 2010

Banho

Pode ser herança indígena, pode ser exagero, mas para mim, banho é sagrado. É questão de dignidade mesmo. Lembro bem das minhas temporadas no hospital, quando por mais exausta que estivesse, aguardava a hora do banho com ansiedade. Mesmo os banhos no leito no CTI, que são um tanto quanto precários, me davam uma tremenda sensação de alívio.

Já no quarto, as enfermeiras vinham toda manhã me ajudar na tarefa e assim que pude, tratei de fazer o serviço sozinha. Era meu grito de independência. “Pode deixar a cadeirinha aí, que eu me viro.” E ficava um tempão embaixo do chuveiro tentando pentear a minha juba...sempre longa e fora de controle!

Nas minhas visitas aos hospitais aqui não pude deixar de notar a falta da tal rotina do banho e da troca de lençóis. Depois de perguntar a vários pacientes e enfermeiras, quase caí dura com a resposta. “O próprio paciente é responsável pelo seu banho.” O máximo que a enfermagem faz é trazer o material necessário. Dá para acreditar?

A troca de lençol também acontece a cada dois ou três dias!!! Hello!!! Alguém sabe o que é ficar 24 horas preso a um leito (colchão forra do plástico ou borracha!) suando e se movimentando para um lado e para o outro?

E o mesmo vale para as creches... Minhas amigas no Rio pagam uma grana, mas quando pegam a criança depois do trabalho, ela vem limpinha e cheirosa, praticamente pronta para chegar em casa e dormir. Meu pai disse que outro dia foi pegar a Kika na creche e a auxiliar ficou muito sem graça quando viu que o olhinho dela estava um pouco sujo... Disse que ia levá-la de volta para limpar! Aqui...banho? Nem pensar...nem mesmo nas creches mais caras e chiques...

Lembro de uma amiga minha, que disse que mesmo no gélido inverno queria tomar dois banhos por dia e ouviu de um amigo que ela era louca, que banho assim fazia mal pra pele!

Se banho em excesso resseca a pele tanto assim não sei, mas faz que um bem danado para a cabeça, isto faz!

6 comments:

Bia Mendonça said...

Dani, aqui na Suíça, o povo tb se assusta quando falo que tomo pelo menos 2 banhos por dia!
E já ouvi muito isso de que gasta a pele! hahahaha!!

bjs

Luciana Misura said...

Sim, eu senti na pele essa história de banho no hospital aqui quando a minha filha nasceu. Eu tive que pedir várias vezes pras enfermeiras me ajudarem a levantar pra eu tomar banho e quando cheguei no banheiro a ajuda que elas me deram foi pra entrar dentro do box e tchau! A enfermeira foi embora e me largou lá sozinha. Se eu levasse um tombo ou qualquer coisa ela não ia nem ver. E isso depois de pedir muuuuuitas vezes...um horror!

camila said...

Nem me fale... Eu tenho muita implicancia com isso. Nao entendo, por exemplo, pais que nao dao banho em crianca todo dia. Eu cresci tomando dois banhos por dia, e pra mim e o que faz sentido. Quando fiz intercambio no Canada minha familia reclamou, que eu estava gastando muita agua. Ate entendo quem nao tome mais de um por dia, mas nao tomar banho todo dia pra mim e muita porcaria!

Paula said...

Oi Dani!!

Nossa, isso porque você não conhece o sistema de Curitiba, lá o paciente é responsável total pelo seu banho e outras cositas más...A gente podia estar morrendo, aliás, quase, que as enfermeiras nem olhavam na cara direito.
Um dia, eu estava beeem melhor e fiquei muito, mas muito tempo mesmo no chuveiro, aí sim, veio
uma enfermeira perguntar se eu estava VIVA, juro, foi isso mesmo que ela perguntou, eu caí na gargalhada, incrível, não? Beijosss

Dani said...

Meninas,
Que horror! Ja fiquei internada em quatro hospitais diferentes e graças a Deus o esquema do banho era perfeito. Assim que podia, tomava banho sozinha, mas as enfermeiras davam toda assistência.
Prefiro ficar com a pele "gasta" do que fedorenta!

Anonymous said...

oi sou uma caçadora de blogs interessantes, gosto de ler e blogs geralmente são pequenas cronicas, então cheguei aqui.
Te acompanho desde o inicio de maio, e esse assunto posso comentar com segurança, no brasil, em minas, bh, eu tive uma rotina super confortável na maternidade sofia fieldman, lá toda manhã, as mamães tomam banho e seus filhinhos também, antes do parto temos alguma assistencia e depois é por nossa conta, mas é bem tupiniquim tomar banho todo dia.
E realmente ainda não vivi nada melhor depois de um dia de trabalho, ou uma noite de balada que tomar um banho.
E sauna então, delicia aquela ducha fria!
Já comentei demais
Desculpe a invasão, vc nem me conhece...me chamo alira